Psicologia



O Multicentro Bem Viver lida com a prática de psicoterapia profissional que trata pessoas com uma ampla gama de preocupações emocionais e psicológicas. Nossa equipe dedicada tem ajudado inúmeras pessoas a resolver ansiedade, depressão, dificuldades de adaptação, objetivos de carreira, problemas de relacionamento, problemas familiares, distúrbios alimentares, estresse, conflitos de gênero, vícios e psicopatologia grave.
Nossa equipe é formada por profissionais, muitos dos quais também servem como mentores e educadores em várias instituições. Os serviços do Multicentro Bem viver começam com uma avaliação completa e avaliação para determinar o melhor curso de tratamento para melhores resultados. Nós vemos cada cliente como pessoa inteira, um indivíduo único e multifacetado.
Atendemos a cada cliente como um indivíduo único e multifacetado - unindo-se a cada cliente para elaborar um plano de tratamento que seja focado, individualizado e personalizado com soluções integrativas.


Principais Dúvidas

1Psicólogo é para louco?
Não! Psicólogo é para todo mundo que tem interesse em se conhecer melhor e profundamente. A ida ao psicólogo é um encontro com você mesmo, com partes suas até então desconhecidas. Quem vai ao psicólogo é quem precisa de ajuda para passar por um momento difícil, para conhecer seus recursos e saber como lidar com as suas dificuldades.
2Psicólogo pode utilizar religião em seu trabalho?
Não, ele não pode. A religião é algo que pode nos ajudar a nos sentirmos bem, mas não espere do psicólogo que ele use de assuntos religiosos em seus atendimentos, porque isso não vai acontecer e se acontecer, ele está sendo antiético. Nós somos capacitados para trabalhar em cima de nossas técnicas e teorias, mas não baseados na religião, os dois não devem se misturar.
3O psicólogo pode sair comigo e me adicionar/aceitar nas redes sociais?
Não! A relação com o psicólogo é bastante diferente de todas as outras relações que temos em nossa vida. Durante o trabalho com o psicólogo nós dizemos nossos sentimentos mais íntimos, falamos daqueles que não gostamos de sentir, como raiva, ódio, inveja, falamos sobre coisas que fizemos e gostaríamos de fazer que não temos coragem de contar para mais ninguém, entramos em contato com partes nossas difíceis de encarar. Essa é uma relação diferente e deve ser protegida, restringindo-se ao consultório em que o psicólogo atende, uma relação profissional.
4O psicólogo dá conselhos?
Não! Quem dá conselhos são nossos amigos e familiares, o psicólogo não. A função dele é ajudar aquela pessoa que o procurou a encontrar dentro dela mesma as respostas para suas questões baseando-se na experiência de vida daquela pessoa e nos recursos que ela possui para enfrentar determinada situação. O psicólogo é um profissional capacitado que utiliza uma técnica para acompanhar seu paciente. Nossos amigos, familiares dizem o que devemos fazer porque eles se preocupam com a gente de forma diferente, há sentimentos envolvidos, porém essas respostas práticas nem sempre funcionam com a gente ou se funcionam é temporário e não em longo prazo.
5O psicólogo pode atender parente e amigos?
Não! O vínculo do psicólogo com o paciente não pode ser maior do que aquele estabelecido dentro do consultório. Isso porque não devemos misturar nossos sentimentos com nossos pacientes. Assim como disse no item 1, um parente se consultando com um psicólogo poderia facilmente cair em uma conversa comum justamente por conta do envolvimento emocional, isso tira o profissional de sua função e pode-se inclusive prejudicar a pessoa que busca ajuda.

Estamos ansiosos para trabalhar com você.




Agendamento

Precisa de ajuda?
Powered by