8 coisas que não se deve dizer ou fazer à mãe de um autista
11 de março de 2020

Uma terapia para mudar corpo e mente

Ela trabalha no desbloqueio de limitações e na construção de novos pontos de vista que você e o seu corpo comecem a desprender-se dos pensamentos, ideias, condicionamentos, emoções, atitudes e crenças limitantes que você tenha registrado sobre quaisquer situações ou experiências. Este é o resultado da aplicação da técnica de Barras de Access Consciousness™ (Barras de Acesso à Consciência), canalizada há 26 anos pelo psicoterapeuta norte-americano Gary Douglas.

As Barras de Access consistem em 32 pontos na cabeça que, quando tocados, provocam diversos efeitos. Em Caçador uma das facilitadoras certificadas da técnica é a terapeuta Sandra Mônica.
Durante as sessões, que duram de uma a uma hora e meia, os toques são feitos em locais ligados ao emocional, ao comportamento e à consciência, eliminando considerações, pensamentos, emoções, medos, decisões, julgamentos e crenças eletricamente armazenados no cérebro sobre diversas áreas – financeira, sexual, profissional, entre outros.

A terapia de Barra Access trabalha exatamente no desbloqueio de crenças limitantes e construção de novos pontos de vista. Estas crenças já nascem com as pessoas, são trazidas, muitas vezes, de familiares e por questões culturais. A terapia ajudar a criar outras sinapses cerebrais. “É uma limpeza na mente. Como quando se formata um computador. Sai o que não serve mais e abre-se espaço para coisas novas”, explica Sandra.

“Muitas vezes a gente se pergunta, porque quando faço um curso de motivação eu não consigo colocar nada em prática, não tenho resultados. Na hora faz todo o sentido e depois muda tudo. A resposta é que temos muitas crenças, positivas e negativas ao mesmo tempo. A nossa mente não entende o que é bom ou ruim, ela não julga, só entende que aquilo é real e pronto. As crenças limitantes estão arraigadas ao nosso subconsciente. Enquanto não limpar estas crenças, estes filtros, não vamos conseguir ter resultados”, explica Sandra.

Segundo ela, as nossas memórias, valores e crenças são nossos mapas pessoais e mostram a nossa realidade exterior. “Tudo está ligado a estes filtros. Toda a mudança e desenvolvimento pessoal se inicia pelas crenças. É preciso alterar, mudar estas crenças, estes filtros mentais”.

Exemplos de crenças limitantes: “Não consigo aprender”, “Não consigo me organizar”, “Nunca durmo direito”, “Não tenho dinheiro para nada”, “Sem trabalho duro não se consegue nada”, “Estamos vivendo uma crise”. 

Ela explica que toda a crise é instalada em três tipos de expressões: na possibilidade, na capacidade e no merecimento. “Quando recebem um presente, as pessoas costumam dizer: ‘ah, não precisava’. A pessoa precisa aceitar o presente, precisas estar aberta e acreditar que é merecedora”, afirma.
 

Cinco passos para modificar as crenças limitantes:


⦁ Identificar suas crenças;
⦁ Causas das crenças, primeira vez que foi experimentada;
⦁ Planejar e definir os objetivos a serem alcançados;
⦁ Identificar qual a crença, verdade habilitaria uma ação mais produtiva e saudável;
⦁ Realizar e decidir pela nova verdade, até que a nova estratégia vire um novo hábito.


Fonte: Caçador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bora pro WhatsApp?!
Precisa de ajuda?
Olá,
Como podemos ajudar?